O bixiga resolveu fazer um som

Por Bira IglecioGustavo Almeida e Thiago Lopes

Um grupo de amigos músicos do bairro do Bixiga, tradicional bairro paulistano, resolveu fazer um som. Mas não qualquer tipo de som, queriam inovar. Se juntaram no estúdio Traquitana, no próprio Bixiga, na rua treze de maio, número 70, e com todas as suas raízes do bixiga musical, decidiram experimentar. A música brasileira parecia ser um consenso para todos do grupo, o instrumental era o forte deles e o maracatu era necessário. Esse é o Bixiga 70, que na sexta-feira passada realizou o show de lançamento do segundo disco da banda, no Sesc Pompéia.

1151073_659441497402267_144171963_n

Bixiga 70 no Sesc Pompéia

Sem perder a essência brasileira com ritmos peculiares, a banda resolveu inovar, estreitando as relações com a música experimental e psicodélica. O segundo álbum, que não possui nome, assim como o primeiro, faz com o teclado e sintetizadores sons psicodélicos dignos. A cada toque dos dois, o público delirava. A cada solo de metal, o público sacava a ideia da banda e só confirmava suas expectativas.

O show cativante, que teve seus ingressos esgotados, não deixou músicas do primeiro CD fora. “Tema di Malaka”, “Luz Vermelha” e “Mancaleone” foram algumas das mais empolgantes. O bom humor da banda contagiava o bom humor do público. Em determinado momento do show, o guitarrista, Cris Scabello, pediu para o público realizar o famoso “tremzinho”. Para finalizar o show mais que experimental, a banda tocou uma releitura da música “A morte do Vaqueiro” do grande compositor e mestre do baião, Luiz Gonzaga.

Totalmente independente, assim como o primeiro, o segundo disco promete estar em todas as listas de melhores álbuns nacionais. Dá uma olhadinha em como foi o show:

Obs: Para ouvir o segundo álbum do Bixiga 70, basta clicar aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s