Resenha: “Vos Declaro” – O que é normal pra você?

Por Carolina Costa

vos declaro

Maio simbolizou um passo à frente na luta LGBT por direitos igualitários: o casamento gay já pode ser reconhecido em cartórios civis de todo o país. Este é o tema abordado em “Vos Declaro”, documentário produzido por alunos de jornalismo da ECA-USP e disponibilizado na internet.

A produção questiona se a medida proposta recentemente pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) é suficiente para diminuir o abismo de direitos dos casais homossexuais em relação aos direitos dos casais heteros. Nos poucos mais de 24 minutos de duração do vídeo, casais contam sobre suas relações homoafetivas e o que de fato significa em suas vidas uma lei que aprove o casamento gay nos cartórios civis.

Segundo o depoimento do Reverendo Cristiano, pastor da Comunidade Metropolitana de São Paulo, “casamento é quando duas pessoas decidem dividir a vida, os sonhos, os planos, as responsabilidades. Isso independe de reconhecimento legal”. Ele atenta para o fato de que esse casamento não deve receber uma denominação diferente: a única razão para chamá-lo diferente é querer manter o preconceito.

A proposta do filme, contudo, leva a outras questões: por que o Brasil demorou tanto para seguir os passos de países como França, Uruguai e Argentina? Tão importante quanto a união civil seria considerar uma lei de criminalização da homofobia? E mais: a quantas anda a hipocrisia dos discursos: “não sou homofóbico(a), mas não aceito o casamento gay”?

Por um lado, o filme mostra o tradicional peso da religião, mesmo nas cerimônias em cartórios. Mas a produção também reconhece que há instituições religiosas que, aos poucos, passam a respeitar e aceitar dentro de sua fé a união homoafetiva.

Os depoimentos de “Vos Declaro” relatam um histórico entre intolerância e conquistas. Por mais que seja possível uma lei que permita o casamento gay, a presença latente do preconceito ainda precisa ser muito trabalhada, fazendo-se necessária uma repaginada nos conceitos do que é considerado “normal”. O que fica claro pelo trabalho dos estudantes é que a comunidade LGBT não deseja privilégios, mas igualdade de direitos. E essa conquista de igualdade não tende a afetar os direitos dos heteros.

Melissa e Bianca contam planos de casamento

Melissa e Bianca contam planos de casamento no documentário

O Corta Essa! conversou com Aline A., 22 anos, que opinou sobre “Vos Declaro”: “O documentário mostra que o Brasil melhorou um pouco, sim, em relação à homossexualidade. O casamento entre pessoas do mesmo sexo deve acontecer na lei, mas ainda existe um preconceito gigante” conta a jovem, que viveu quatro anos em união homoafetiva e já sofreu com a homofobia. “Como mostrado no filme, muitas vezes apenas um abraço é visto como um desrespeito. É como se esse sentimento de amor entre duas pessoas do mesmo sexo pudesse prejudicar o outro.”

Questionada se casaria na igreja, Aline nega: “Não casaria por não ligar para a cerimônia, mas não vou negar que o preconceito da igreja contribuiu pra essa minha ‘escolha’ de não ligar. Mas acredito que mesmo dentro das crenças há diversidade. Cada igreja tem seus seguimentos, seus dogmas, coisas que são permitidas em uma e proibidas nas outras. O casamento nas igrejas ainda será muito discutido, mas essas diferenças entre elas podem dar abertura a uma resolução que vise o respeito pela cerimônia aos casais gays.”
Para saber mais a respeito da luta pelo casamento civil igualitário clique aqui.

Assista ao documentário “Vos Declaro” na íntegra:

Anúncios

Uma resposta para “Resenha: “Vos Declaro” – O que é normal pra você?

  1. Pingback: Casamento gay em pauta: das propostas jurídicas às produções audiovisuais | Corta Essa!·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s