A “energia dionisíaca” do Sarau Erótico

1451422_556926111023578_1975633541_n

Divulgação do Sarau Erótico.

Por Priscila Bellini

 Para quem não sabe o que é erotismo na obra da escritora Anaïs Nin e não conhece outros clássicos dos textos eróticos, a onda de eventos, lojas e produtos inspirados na trilogia 50 tons de cinza são caretas. Para celebrar o erotismo, o Sarau Erótico traz uma programação incrível: projeções experimentais, poemas e performances variadas. Realizado na Nossa Casa – Confraria de Ideias, em Pinheiros, o sarau foge ao perfil mais clássico de evento e reúne pessoas dispostas a viver o erotismo da maneira mais literária possível. Com preços camaradas para as bebidas vendidas no local e um ambiente descontraído (bem descontraído, diga-se de passagem), o Sarau Erótico permite que os interessados realizem suas intervenções no palco, sem frescura, além dos DJs, que trazem de Ney Matogrosso ao pop de Madonna nos anos 80.

Henrymiller_anaisnin

Ícone do erotismo, Anaïs Nin em foto com Henry Miller.

O evento, antes realizado às terças-feiras, teve sua primeira edição no sábado do Dia de Finados, sábado, com o preço já comum nas outras edições: R$15,  com entrada até a 1h. Os convidados podem contar com a exibição de filmes voltados ao tema, músicas e poemas famosos – ou de escritores novos no cenário literário – para entrar no clima da festa. O clima dos eventos de terça-feira promete continuar, com uma “energia dionisíaca” para os fãs de literatura erótica e de artes do corpo.

“Amigo leitor, prepara teu coração e teu espírito para o relato mais impuro já feito desde que o mundo existe.”

120 dias de Sodoma, de Marquês de Sade.

Contar com um sarau erótico no circuito literário de São Paulo traz novo fôlego para a divulgação de textos eróticos, de novos autores voltados para o tema ou que tenham forte inclinação ao erotismo. Não há recato que resista à competência da literatura erótica bem escrita – a literatura que deve trazer mais cenas do desejo, que da submissão ou das convenções.  Com tantas inspirações, alguns participantes entram no clima do erotismo e mostram a beleza dos próprios corpos sem pudor algum. E é essa a energia do sarau: erótica, viva, dionisíaca.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s