Adoção de animais diminui número de bichos abandonados

Por Thiago Munhoz

Sem lar ou amparo, o número de cães e gatos abandonados continua alto. Muitos deles são vítimas de maus-tratos, uma vez que foram deixados nas ruas por seus donos por conta das despesas, trabalho que o animal dá e até mesmo como modo de se livrar de problemas quando fossem viajar.

Imagem

Campanha da Universidade de São Paulo – fonte: http://www.usp.br/imprensa/?p=17224

Segundo a Agência de Notícias de Direitos Animais (ANDA), o número de cães e gatos abandonados nas ruas de São Paulo não para de crescer. Estimou-se em julho de 2013 que são aproximadamente 2 milhões de animais sem um lar, vivendo pelas ruas da capital.

A adoção de animais vem como alternativa para mudar e melhorar a vida tanto dos animais abandonados, como da cidade, uma vez que com menos bichos soltos há menor chance de propagação de doenças. O número de animais adotados ainda é baixo em relação com os de rua. Em 2012, apenas 498 animais foram adotados no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e em 2013, até julho, foram 298.

Imagem

filhotes para adoção em feira de animais – fonte: http://www.jornaldesabado.com.br/?p=5519

Cada vez mais se criam campanhas para adoção de animais. A Associação Protetora dos Animais Domésticos – Vira Lata é Dez é um exemplo de organização inscrita no CNPJ. Quando saudável, o animal é levado para locais de adoção, como o pet shop Cobasi. Há também sites que desenvolvem essas campanhas. Neles os adotantes conhecem os animais e as informações necessárias para adotar sem necessariamente ir a algum local. O site www.procure1amigo.com.br é dos mais famosos e localiza os bichos por regiões do país, tanto os para adoção como desaparecidos. Um filtro de pesquisa proporciona uma melhor e mais rápida chance de achar um animal.

A sede do CCZ, localizada no bairro Santana da capital paulista, está aberta de segunda a sábado para pessoas dispostas a adotarem animais abandonados. No site da entidade estão todos os detalhes da adoção, dentre eles, a pessoa deve ser maior de idade, apresentar o RG, CPF, comprovante de residência e pagar uma  taxa de R$ 15,25. Além desses requisitos, o adotante passa por uma entrevista que pretende ver se ele tem infraestrutura e o perfil para adotar determinado animal escolhido por ele.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s